Comércio de Itajaí passa a atender em horário especial de Natal

  • ITAJAÍ -
  • 03/12/2020
  • 7362 Visualizações
img

Lojistas catarinenses apostam em crescimento de 5% nas vendas deste ano. Municípios da região também adotarão novos horários de atendimento.


 


 


No próximo domingo (06), os consumidores encontrarão o comércio de Itajaí aberto em horário diferenciado, das 16h às 21h. A mudança atende ao acordo de prorrogação da jornada de trabalho, estabelecido entre o Sindilojas – Sindicato do Comércio Varejista de Itajaí e o  Sindicato do Empregados no Comércio de Itajaí, para atender a demanda das compras de Natal na cidade.


 


A convenção, assinada pelos representantes de ambos os Sindicatos, estabelece os horários de funcionamento do comércio até o dia 01 de janeiro. De acordo com o Presidente do Sindilojas, Bento Ferrari, neste ano as lojas de Itajaí ficarão abertas até mais tarde por um período maior de dias. “Ao definir o calendário deste ano, achamos prudente oferecer mais opções de dias, para que ocorra menos concentração de pessoas nas ruas e dentro dos estabelecimentos comerciais”, justificou Ferrari.


 


Na véspera de Natal, o comércio de Itajaí funcionará das 9h às 17h e na véspera de ano-novo, ficará aberto das 9h às 16h. Já nos dias 25 de dezembro e 01 de janeiro o comércio estará fechado na cidade. O horário será diferenciado apenas para os supermercados e lojas estabelecidas em seu interior. Nestes casos, poderão ficar abertos até às 19h nas vésperas de Natal e Ano-Novo. E no primeiro dia de 2021 poderão atender a partir das 15h.


 


O Sindilojas informou que o funcionamento do comércio nas cidades de Navegantes, Penha, Balneário Piçarras, Ilhota e Luiz Alves também foram definidos. As tabelas com os horários, que foram estabelecidos em cada cidade, podem ser conferidas neste link: encurtador.com.br/hlsU5


 


*Lojistas catarinenses projetam crescimento de vendas*


 


 


Um levantamento, divulgado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) nesta semana, mostrou que 46,6% dos comerciantes entrevistados acreditam que, em comparação ao ano passado, haverá aumento nas vendas de Natal. Cerca de 32% dos lojistas apostam num crescimento acima de 5%, com tíquete médio de gastos de R$ 198,00. 


 


“O Natal é um período importante para toda a cadeia econômica, tanto para os lojistas quanto para os fabricantes, que contam com o aumento das vendas para retomarem o crescimento dos seus negócios e seguirem gerando empregos para outras famílias”, observa o Presidente de Câmara de Dirigentes Lojistas de Itajaí, Laerson Batista.


 


De acordo com a pesquisa da FCDL/SC, roupas e calçados lideram a preferência dos consumidores na hora das compras de Natal, com 31,2%. Na sequência são os brinquedos (20,8%), eletroeletrônicos (14,5%), chocolates (12,2%), móveis e eletrodomésticos (8,8%) seguidos por livros e itens de papelaria (3%). O levantamento da Federação foi realizado com empresas associadas que atuam no varejo de 20 cidades que apresentam maior potencial de consumo no Estado.



Parceiros