Programa abraço ao Idoso completa dois anos

O Programa ABRAÇO ao Idoso completa dois anos na quinta-feira (25). A ação da Prefeitura de Balneário Camboriú, por meio da Secretaria da Pessoa Idosa, visa proteger os idosos 24h de todos os tipos de violências.

Foram 3.400 atendimentos até março deste ano, abrangendo as violências psicológica e financeira, orientação jurídica, pedido de institucionalização, autonegligência, negligência, abandono, orientação social e agressão física. Do total de atendimentos, quase 30% é referente à violência psicológica. “A violência psicológica é subjetiva e de difícil percepção por outras pessoas, além de não deixar marcas visíveis. Só a pessoa que sofre violência psicológica tem como avaliar o efeito. Por isso, os agressores ficam imunes e disfarçam a agressão praticada”, diz o coordenador de Proteção ao Idoso e do ABRAÇO ao Idoso, Antonio Cotrim.

A orientação social representou 21% dos atendimentos, seguida por negligência (16%), orientação jurídica (12%), violência financeira (8%), pedido de institucionalização (4%), abandono (3%), autonegligência (2%) e agressão física (0,69%).

As situações de violência ocorrem em todo o município, com destaque ao Centro, onde estão quase 60% dos casos, seguido pelos bairros das Nações (12%) e Municípios (11%).

“Constatei que, nesses dois anos, o Programa ABRAÇO ao Idoso mudou o olhar do poder público em relação a população idosa de nossa cidade. Hoje, essas pessoas estão conhecendo melhor seus direitos e confiando mais nas instituições municipais que os atendem”, reflete Cotrim.

O Secretário da Pessoa Idosa, Rosan da Rocha, ressalta que o Programa atua com uma equipe multidisciplinar que atende os idosos em situação de risco. “Se for preciso, o idoso é retirado do lar e levado para o asilo temporariamente. Lá, é feito um trabalho para que ele retorne a sua vida”, comenta.

“O Programa ABRAÇO é algo inédito, que já foi premiado e veio para ficar. Ele surgiu pela necessidade da existência de um órgão que acolhesse essa população, e ficamos muito felizes com esse resultado”, comemora o secretário.


“O ABRAÇO se torna uma segunda família”

O Programa ABRAÇO ao Idoso é uma ferramenta que proporciona qualidade de vida aos seus usuários, como é o caso da aposentada Jeane Schmidt. “Faz quase dois anos que recebo apoio do Programa. Tive uma situação de depressão e, com a ajuda da equipe maravilhosa, que realmente nos abraça, nos tira daquele fundo do poço que nos encontramos em alguns momentos difíceis, estou muito melhor”, revela.

“Eu tenho transtorno bipolar e já aprendi a conviver com a situação com medicamentos. Ainda assim, tinham momentos em que eu caía novamente. Então, por meio do ABRAÇO, existem situações que consigo administrar através de terapias, de psicólogos, com a equipe que tem aqui”, fala Jeane.

Ela lembra que o Programa é importante para todos que convivem com o idoso. “O ABRAÇO se torna uma segunda família”, finaliza.

ABRAÇO

O Programa ABRAÇO ao Idoso abriu portas para que outros grupos também recebessem programas de atenção especial. São eles: ABRAÇO ao Servidor, ABRAÇO à Vida, ABRAÇO Animal e, a partir do dia 25, o ABRAÇO à Mulher.

ATENDIMENTO

O atendimento do ABRAÇO ao Idoso é 24h, por meio de plantão telefônico, no (47) 3363-3020, ou presencial, de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h, na Secretaria da Pessoa Idosa (Rua 1822 n° 614, entre a 3ª e a 4ª Avenida).



Parceiros