Chape não vê urgência para definir novo técnico

A Chapecoense trabalha com parcimônia para definir o nome de um novo técnico. Sem Claudinei Oliveira, demitido na noite do último domingo, o clube avalia o mercado e estuda profissionais livres, mas não descarta trabalhar com alguém que já esteja empregado.

A direção passou boa parte da segunda-feira reunida, para definir as diretrizes do novo profissional. Alguns nomes foram colocados na mesa, mas de acordo com o vice-presidente de futebol, Cleimar Spessato, ainda não foram feito contatos formais.

Nomes de treinadores foram indicados para a cúpula verde e branca, que tem o entendimento de que não há margem para erro. Por isso a calma para definir um ou mais alvos. Plinio David de Nes Filho, o Maninho, acompanha o processo de perto.



Parceiros